Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter

Sonia Madruga

Sonia Madruga, aquarelista reconhecida internacionalmente, lança em 2015 em parceria com a Semente Editorial, a série ” Cadernos de Arte para Colorir”, com os títulos: Nas águas do Divino e Nas águas do Feminino.

“Adotei o nome de Caderno de Arte para nomear este livro porque todos nós, pintores, temos sempre um caderno por perto para registrar as nossas impressões. O papel escolhido tem 150 gramas, ecologicamente correto, adequado para ser colorido com lápis de cor, giz pastel e lápis aquarelado. Fiz cada desenho à mão, inspirada em aquarelas que pintei com Amor e água benta. Você poderá ver e se inspirar para o colorido, no site www.soniamadruga.com”

Sonia Madruga nem precisa se dizer carioca, pois toda sua personalidade e trajetória profissional identificam-se com a cidade do Rio de Janeiro. Por seis anos Sonia viajou pelo mundo, totalmente comprometida com a aventura do autoconhecimento. Com muitas histórias para contar, encontrou, finalmente, na desafiadora técnica da aquarela seu meio máximo de expressão.

Os primeiros trabalhos realmente orgânicos e completos ocorreram em junho de 2002. De 2002 até 2008, participou de várias exposições, foi premiada em todas; sendo 10 medalhas de ouro consecutivas. Em 2009 foi laureada em Paris pela Academia Francesa de Artes, Ciências e Letras / medalha de Prata. A artista desenvolve, em cores e formas sempre surpreendentes, uma linguagem contemporânea e, como toda arte autêntica, intransferível. Trata-se de pintura feita visivelmente com prazer. Sem dúvida, o que salta aos olhos à primeira vista é a exuberância de suas variações policromáticas, e sua contagiante alegria, mas um olhar mais atento reconhece logo a competência de uma técnica apurada, também surpreendente, visto ter sido conquistada em prazo tão curto.

Roberto Menna Barreto              

Escritor, colecionador de arte. Jun 2014       

Livros publicados